“Cozinhar em Família” premiou irmãos condeixenses

20/12/2016

“Cozinhar em Família” premiou irmãos condeixenses

O concurso “Cozinhar em Família”, promovido pela Câmara de Condeixa no Mercado Municipal, que desafiou as famílias condeixenses a mostrarem os seus dotes culinários, premiou, na grande final, dois irmãos, Leonardo Rafael e Renato Fernandes, com o prato “Serra e Mar”.

O evento faz parte da política de revitalização do Mercado Municipal de Condeixa que a autarquia de Condeixa-a-Nova tem vindo a desenvolver, pela promoção e defesa dos produtores locais, encontrando-se a ser preparadas outras iniciativas a anunciar em breve com o mesmo propósito.

O concurso, que decorreu nos últimos quatro fins-de-semana com grande afluência de público, distinguiu ainda a dupla Rodrigo e Fernando Costa, pai e filho respectivamente, que ficou em segundo lugar com o prato “Secretos de porco preto com migas” e, em terceiro, as irmãs Jéssica e Ariana Tavares, com a criação “Bacalhau confitado com miga e ovo surpresa”.

Os três vencedores foram premiados com vales de compras no Mercado Municipal no valor de 150 euros, para o primeiro lugar, 100 euros para o segundo classificado e de 70 euros para o terceiro lugar. Todos os participantes nas eliminatórias receberam prémios de participação, correspondentes a vales de 30 euros em compras no Mercado Municipal.

As equipas concorrentes, constituídas por elementos da mesma família, contaram ainda com a colaboração de um aluno da Escola de Hotelaria de Coimbra, parceira do evento.

Também a Pousada de Condeixa se associou ao evento, enquanto parceira, com o chefe Tiago Sá a ser um dos juízes residentes, a par do coordenador técnico da Escola de Hotelaria, José Luís Marques.

Na final, dois alunos da Escola de Hotelaria de Coimbra protagonizaram um momento de “alive cooking”, cozinhando ao vivo a tradicional iguaria “sonhos de Natal” para degustação de todos os visitantes do Mercado Municipal.

O concurso “Cozinhar em Família” desafia os concorrentes a cozinhem ao vivo, com produtos comprados no próprio mercado municipal. Os participantes começam por ir às compras, escolhendo os produtos que vão fazer parte da sua obra culinária. Em seguida, dedicam-se à criação nas cozinhas improvisadas e instaladas no mercado para o efeito, dispondo de um tempo previamente estabelecido para cozinharem e empratarem as iguarias, antes de as dar a provar ao júri.